Arquivo da tag: Portugal

Guerra colonial em Moçambique


Fez muito sucesso entre os internautas que navegam por este blog os sucessivos posts sobre a Guerra colonial em África.

Reproduzi aqui episódios do documentário da RTP que traz informações importantes sobre este período da história do continente na época em que era subordinado a Portugal.

Paramos no 18º episódio pois não consegui localizar nenhum outro na web.

Agora, achei um novo documentário, desta vez do Diário de Notícias, que trata da guerra colonial em Moçambique.

Recomendo, antes de ver os vídeos que seguem abaixo, dar uma lidinha neste texto aqui.

Acompanhem o documentário e vejam o quão pouco conhecemos das histórias de África!

Ao final da exibição do vídeo (Parte 01), basta clicar nos links para acessar os episódios seguintes.

Quando tudo começou:

PARTE 01

 

Comentários desativados em Guerra colonial em Moçambique

Arquivado em Documentário, História

A mulher mais poderosa de Portugal é angolana


A quem interessar possa: Isabel dos Santos, filha do presidente de Angola, José Eduardo dos Santos, é a mulher mais poderosa de Portugal.

Cliquem aqui e leiam artigo no Jornal de Negócios.

Comentários desativados em A mulher mais poderosa de Portugal é angolana

Arquivado em Atualidade

Angola livre: 35 anos


Hoje, faz 35 anos que Angola ficou independente de Portugal.

Temos postado a série sobre a guerra colonial, produzida pela RTP, que vocês podem conferir navegando pelo blog.

Hoje, em homenagem àqueles que lutaram para tornar Angola livre dos colonos, segue um videozinho mais afeito à área cultural.

Confiram o grupo Angola Ritmos (ou N´gola Ritmos), referência na época da luta pela independência. Alguns integrantes chegaram a ser presos na época da repressão:

Encontrei também este outro.

Vejam a delicadeza destes artistas a cantar no idioma nacional, não sei se kibundo ou umbundo.

A melancolia típica do lamento negro que originou o jazz também aí está. Apreciem:

Brasileiros, vejam como parecem com muitos de nós.

Baianos e cariocas, vejam de onde vem a nossa ginga:

Comentários desativados em Angola livre: 35 anos

Arquivado em Atualidade, História

A guerra colonial – 18° episódio (2ª parte)


Por falar em guerra, seguem abaixo mais alguns vídeos da série sobre a Guerra colonial em África.

Parte IV:

Parte V:

Parte VI: Os nacionais foram consultar o oráculo

Parte VII:

Comentários desativados em A guerra colonial – 18° episódio (2ª parte)

Arquivado em Documentário, História

Guerra colonial – 18° episódio (1ª parte)


Mais uns videozinhos para vocês irem aprendendo (ou relembrando, para quem já sabe) um pouco mais sobre a guerra colonial na África lusitana.

Com vocês, a violência da guerra na Guiné:

PARTE II:

PARTE III:

Comentários desativados em Guerra colonial – 18° episódio (1ª parte)

Arquivado em Documentário, História

Ficheiros secretos da descolonização de Angola


Ficheiros Secretos da Descolonização de Angola

Ainda não li, mas pelo tema, julgo interessar a todos que desejam conhecer um pouco da história de Angola e de Portugal.

Independente de que lado se está, acredito valer a pena conhecer a trajetória retratada pela jornalista Leonor Figueiredo em busca de pistas sobre o pai.

Clique aqui e leia comentário do Jornal de Notícias sobre a obra.

2 Comentários

Arquivado em Atualidade

A guerra colonial – 15° episódio (terceira parte)


Agostinho Neto e Fidel Castro

Depois de um considerável jejum, voltamos às pesquisas e a mais um novo episódio da série sobre a guerra colonial em Angola e outros domínios lusitanos em África.

A estratégia colonial era, entre outras, destruir as plantações e inviabilizar a economia e a alimentação dos rebeldes.

Em Angola, a guerra era ainda mais acirrada. De um lado, soldados portugueses e africanos combatem contra os guerrilheiros da UNITA, MPLA e FNLA, divididos por divergências políticas.

Os confrontos eram maiores pois os três grupos lutavam entre si, com ataques às populações civis. Liderado por Agostinho Neto, o MPLA é a principal força de Angola.

Confira, nos vídeos, o que os personagens desta história têm a nos contar:

Comentários desativados em A guerra colonial – 15° episódio (terceira parte)

Arquivado em Documentário, História

A guerra colonial – 15° episódio (segunda parte)


Mais episódios do documentário sobre as guerra colonial. Sob o olhar atento de Portugal, o colonizador coopta os angolanos, cria os Flechas e inicia, à moda da guerrilha, a ofensiva aos insurgentes.

Veja o primeiro da sequencia postado abaixo e clique nos links para conferir os demais videos no youtube:

Parte 5

Parte 6

Comentários desativados em A guerra colonial – 15° episódio (segunda parte)

Arquivado em Documentário, História

A guerra colonial – 15° episódio (primeira parte)


Marcello Caetano, sucessor de Salazar

Para a alegria dos fãs desta série, mais um episódio do documentário da RTP sobre a guerra colonial em África.

Portugal substitui a política de opressão militar pela dos aldeamentos, defendidos por milícias armadas. Em contrapartida, guerrilheiros adotam nova estratégia e abrem fogo nestes locais. As populações armadas criam áreas fora do controle português, às quais chamam de zonas libertadas. O confronto fica acirrado, porém “camuflado”  pela chamada “primavera marcelista”. Em Portugal, incluenciados pelos movimentos em França, universitários portugueses protestam contra a guerra e  a colonização. Clique nos links abaixo e veja o documentário da RTP:

PARTE 1

PARTE 2 – ELEIÇÕES EM PORTUGAL

PARTE 3 – COLONIA ARREGIMENTA ANGOLANOS PARA A TROPA

Comentários desativados em A guerra colonial – 15° episódio (primeira parte)

Arquivado em História

Salazar, o “coronel” de Portugal


Respondam rápido: quem foi esse cabra ai?

Sabem não?

Embora no Brasil ele seja um ilustre desconhecido da maioria desinformada do nosso país, trata-se de António de Oliveira Salazar, um estadista polêmico que até hoje divide opiniões em África e Portugal.

 O sujeito nasceu em 1889.

Era professor da Universidade de Coimbra e tornou-se deputado em 1921.

Sete anos depois, foi nomeado ministro das Finanças de Portugal. 

Em 1932, virou chefe de governo, cargo no qual permaneceu até 1968, à frente do chamado Estado Novo, igualzinho (pero no mucho) ao regime homônimo, mais ou menos da mesma época, implantado pelo nosso presidente Getúlio Vargas.

Em Portugal, também era um regime autoritário. Estabeleceu a censura e a polícia política.

Neste período prosperou nas colonias africanas o desejo de se libertar do jugo lusitano.

As medidas econômicas populistas salazaristas renderam-lhe certo prestígio em Portugal, mas não foram suficientes para apagar as marcas deixadas na África lusófona, conforme retratado no documentário da RTP cujos episódios têm sido postados aqui neste blog.

Só deixou o poder após cerca de 40 anos de ditadura, por motivo de doença.

Morreu a 27 de julho de 1970.

O resto vocês descobrem acompanhando a nossa (emprestada da RTP) série A guerra colonial.

2 Comentários

Arquivado em História