Arquivo da categoria: Cultura

Dão e o cemitério de navios


Há pouco, navegando pelo facebook, eis que me deparo com a materialização das minhas lembranças em um vídeo postado pelo meu irmão.

É um clipe do cantor Dão, que traz cenas de Angola.

O curioso é que ele escolheu para as suas locações um lugar superbacana que nós, os brasileiros, apelidamos de cemitério dos navios.

Lá há várias embarcações encalhadas há anos, provavelmente décadas.

Tinha falado de San Tiago (ou Santiago, não sei) em outro post, mas o vídeo me chamou a atenção.

E deixo aqui de presente para a minha uma centena e meia de leitores.

Deliciem-se com Dão e as imagens de Angola.

Se quiserem saber mais do lugar cliquem aqui.

Anúncios

Comentários desativados em Dão e o cemitério de navios

Arquivado em Atualidade, Baú de lembranças, Cultura, Curiosidade

Victor Gama: experimentalismos


O convite acima chegou na minha caixa de emails há dois dias.

Sempre vale muito a pena conferir os eventos no Instituto Camões, em Luanda.

Estive lá algumas vezes e gostei.

Vejam no textinho a trajetória do moço e avaliem.

E tem estes vídeos que garimpei no youtube. Achei bacana.

Valapena!

1 comentário

Arquivado em Atualidade, Cultura, Entretenimento

Cais do Valongo: porto da escravidão


Estas imagens são, evidentemente, da época da escravidão.

Foram feitas por Debret, um artista francês que viveu no Brasil entre 1816 e 1831 como pintor oficial do Império, e retratou os costumes da então colônia de Portugal.

Mas o post é para falar de outra coisa.

É que o Rio de Janeiro vai “ressuscitar”  o Cais do Valongo, construído no fim do século XVIII para o desembarque de milhares de escravos.

Segundo o jornalista Élio Gaspari (veja o texto em pdf), foi o maior porto de chegada de escravos do mundo.

Entre 1758 e 1851, informa, passaram por ali pelo menos 600 mil escravos trazidos d’África. Metade deles tinha entre 10 e 19 anos.

O fato é que o governo carioca pretende criar um memorial.

E mostrar ao mundo o lugar onde desembarcaram no Brasil milhares de homens, mulheres e crianças vindos de África.

É uma maneira de lembrar a todos nós a dívida histórica que o planeta tem com o continente africano e o seu povo.

Veja a notícia no jornal O Globo: Cariocas e turistas poderão ver como era o cais do Valongo

Comentários desativados em Cais do Valongo: porto da escravidão

Arquivado em Atualidade, Cultura, História

Nelson Mandela imortalizado na web


Vi no jornal português Público.

Resolvi partilhar com vocês.

O Google vai doar US$  1,25 milhão para que a Fundação Nelson Mandela preserve o acervo do pacifista.

Bacana, né?

Taí o link:  Fundação e Google digitalizam acervo de Nelson Mandela

 

Comentários desativados em Nelson Mandela imortalizado na web

Arquivado em Atualidade, Cultura

Dog Murras no Carnaval de Salvador


Dog Murras é nosso velho conhecido.

Volta e meia, aparece em Salvador.

Há pouco, fez apresentação em cima do trio, ao lado de Daniela Mercury.

E pediu energia positiva para África.

Emocionante ver a nossa identidade afro-baiana tão explícita naquele encontro.

Abaixo, um videozinho sobre a passagem do músico por Salvador.

Vou futucar a web até encontrar a performance de hoje, no circuito Barra-Ondina, no último dia de Carnaval.

Eis o video. Refere-se ao período em que ele esteve aqui para fazer um show com o grupo Mameto:

Comentários desativados em Dog Murras no Carnaval de Salvador

Arquivado em Atualidade, Cultura, Entretenimento

Alexandre Pires a 500 dólares


Cartaz do show de Alexandre Pires

Mais uma vez a contribuição é do querido Saymon.

O Cine Atlântico é o point dos bailes de gala em Angola.

Estive lá uma vez, em 2008, no lançamento de um novo jornal.

Agora, há o show de Alexandre Pires.

O preço da área vip é de deixar pasmo qualquer brasileiro.

US$ 500 (QUINHENTOS DÓLARES).

O dobro de um mês de salário de muita gente por aqui no Brasil.

2 Comentários

Arquivado em Atualidade, Cultura

Os fortes de lá


A similaridade entre Luanda e Salvador é desconcertante.

Os fortes erguidos pelos portugueses que aqui na Bahia povoam o nosso litoral são um belo exemplar disto.

Futucando meus arquivos, encontrei fotos da Fortaleza São Miguel de Luanda.

Foi construída no século XVI para defender a capital de Angola.

É um passeio e tanto para quem curte  este tipo de lugar.

Olha a visão que se tem da baía.

Fortaleza São Miguel de Luanda|Foto: Hilcélia Falcão

Vista da baía de Luanda|Foto: Hilcélia Falcão

2 Comentários

Arquivado em Atualidade, Cultura, História

Facebook em Luanda


Convite lançamento do livro Angoface

O convite chegou hoje ao meu email.

Acho que ainda dá tempo de ir.

Daqui a pouco, às 19h (hora de Angola), no Hotel Skyna (sala Cambu), em Luanda, haverá o lançamento do livro Angoface.

A intenção é analisar a utilização do facebook em Angola.

O ingresso custa mil e quinhentos kwanzas.

Os interessados deverão confirmar a participação enviando um email para: angoface@hotmail.com ou geral@ifae-angola.com

Contacto: IFAE – 926738322; 924634932

 

 

Comentários desativados em Facebook em Luanda

Arquivado em Atualidade, Cultura

Traços do Encantamento


Encantados.

É como os afrodescendentes brasileiros que praticam religião de matriz africana chamam os deuses do candomblé.

Provavelmente inspirada nesta cultura mágica, a Solisluna Editora e Fundação Pedro Calmon lançam no dia 18, no Museu Carlos Costa Pinto, em Salvador, a série Traços do Encantamento.

Reconheci entre os autores um velho companheiro de viagem, José de Jesus Barreto, que foi editor de Local no finado Bahia Hoje.

Foi uma época boa, quando eu fiz várias reportagens sobre cultura negra.

Bacana ver que ele continua seguindo os passos desta raiz africana que vive em nós.

Viva o Brasil afro-índio-lusitano!

Taí o convite (não consegui editar direito a imagem) com a capa dos livros de Barreto.

Lançamento Tracos do Encantamento.jpg

4 Comentários

Arquivado em Atualidade, Cultura

Luanda´s Dreams


Andei sumida, sem tempo para os meus leitores que curtem África.

Agora estou de volta e espero poder atualizar com mais frequencia este blog.

Neste período, choveram emails de Angola sobre serviços e exposições.

Não tive tempo de postar.

Faço isto agora.

O post de hoje trata de uma exposição no Instituto Cultural Camões, em Luanda.

São 12 pinturas do angolano Benjamim Sabby, que podem ser vistas até o dia 26.

A abertura será hoje, às 18h30. Valapena!

Vejam o link da notícia sobre o evento publicada no jornal O País:Luanda´s Dreams e a desfiguração da realidade.

Luanda´s Dreams

Comentários desativados em Luanda´s Dreams

Arquivado em Atualidade, Cultura