Arquivo do mês: agosto 2011

Discriminação racial no Reino Unido


Alguma coisa está fora da ordem…

Sem comentários.

Comentários desativados em Discriminação racial no Reino Unido

Arquivado em Atualidade

Libia divide África


Enquanto a Líbia ainda pega fogo, o restante da África ainda se debate sobre que posição adotar a respeito do reconhecimento do governo rebelde.

Acima, vídeo da BBC mostra a casa da filha de Muamar Kadafi, invadida pelos rebeldes.

Abaixo, o que noticou a Angop, a agencia de noticias de Angola:

Nigéria
Governo rejeita críticas da África do Sul por reconhecimento do CNT

Abuja – O porta-voz da Presidência nigeriana, Reuben Abati, minimizou quinta-feira) as críticas da África do Sul depois de a Nigéria reconhecer oficialmente a legitimidade do Conselho Nacional de Transição (CNT) da Líbia que combate o regime de Muammar Kadhafi.
Falando à imprensa quinta-feira, Abati disse que ” a posição da Nigéria sobre a Líbia está conforme com os seus princípios enquanto país, a Nigéria apoia a vontade do povo líbio para que as suas aspirações sejam respeitadas e o Presidente espera que a reconciliação seja a prioridade do Governo de transição na Líbia”.
” A reacção da África do Sul, que se opõe ao reconhecimento do Governo de transição na Líbia, apenas lhe concerne”, realçou.
A Nigéria, segundo Abati, reserva-se o direito, enquanto país soberano, de tomar a posição que ela considera justa em qualquer questão de política estrangeira.
Por isso, a reacção sul-africana é inapropriada. A posição da Nigéria sobre a Líbia é muito clara e ela inscreve-se nos princípios de sobernia.

Comentários desativados em Libia divide África

Arquivado em Atualidade

Cimeira em Angola


Tem cimeira em Africa.

Será em Luanda.

Representantes de vários países já começam a chegar lá.

Olhaí o que saiu na Angop:

SADC
Vice-presidente da Tanzânia já está em Luanda

Luanda – O vice-presidente da República Unida da Tanzânia, Mohammed Gharib Bilal, chegou às 16h30 de hoje, terça-feira, a Luanda, para participar na XXXI Cimeira de Chefes de Estado e de Governo da Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral (SADC), a decorrer entre os dias 17 e 18 do mês em curso.
No Aeroporto Internacional 4 de Fevereiro, Mohammed Gharib Bilal recebeu cumprimentos de boas-vindas dos ministros das Relações Exteriores, Georges Chikoti, da vice-governadora da província de Luanda, Jovelina Imperial, e do cônsul da Tanzânia em Angola, Mziray Mbwana.
A cimeira da SADC, a decorrer sob o lema “Consolidar as bases da integração regional: Desenvolvimento das infra-estruturas para facilitar as trocas comerciais e a liberalização económica”, reúne mais de 600 convidados na capital angolana, entre delegados, ministros e Chefes de Estado e de Governo.
Integram a organização regional além de Angola, a África do Sul, Botswana, RD Congo, Lesotho, Madagáscar, Malawi, Ilhas Maurícias, Moçambique, Namíbia, Swazilândia, Seychelles, Tanzânia, Zâmbia e Zimbabwe.

Comentários desativados em Cimeira em Angola

Arquivado em Atualidade

Congresso luso-afro-brasileiro


Mais África em Salvador.

O release chegou ao meu email. Taí:

TUDO PRONTO PARA O XI CONGRESSO LUSO-AFRO-BRASILEIRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS

 

Confira a programação completa no site http://www.xiconlab.eventos.dype.com.br/ e credencie profissionais do seu veículo de comunicação para participar

 

Começa no próximo domingo o  bianual e internacional XI Congresso Luso-Afro-Brasileiro de Ciências Sociais, que tem como tema central as “Diversidades e (Des)Igualdades“. A abertura, no domingo, dia 07 de agosto, acontecerá no Salão Nobre da Reitoria da Universidade Federal da Bahia, a partir das 18h, com uma performance acústica de Lazzo, seguida da composição da mesa que presidirá o encontro e que será formada pela reitora da UFBA, Dora Leal, pelo secretário de cultura do Estado da Bahia, Albino Rubim, que representará o governador Jacques Wagner, pelo presidente do Comitê Pró-África e do Programa CPLP do CNPQ, Renato Lessa, pelo representando a Comissão de Gestão do Centro de Estudos Afro Orientais da UFBA, Jeferson Bacelar, pelo diretor Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas da UFBA, João Carlos Salles e pelo assessor de Assuntos Internacionais da UFBA e coordenador do Conlab, Livio Sansone. Em seguida, será realizada a conferência de abertura do congresso, pelo professor brasileiro Paulo Farias, sobre o tema “Longe das Guerras Santas: Histórias de Cooperação entre Muçulmanos e ‘Infiéis’ na África Ocidental”.

 

Mais quatro conferências serão realizadas até o dia 10 agosto, sempre à noite, mas durante o dia, no Campus de Ondina da UFBA (PAFs I, III e V), pesquisadores de várias partes do mundo estarão apresentando seus trabalhos em 23 mesas coordenadas que terão como base onze eixos temáticos. Dois mil trabalhos serão apresentados em grupos de trabalho nos três dias do XI Congresso Luso-Afro-Brasileiro de Ciências Sociais, que terá também lançamento de livros e uma rica programação cultural.

Comentários desativados em Congresso luso-afro-brasileiro

Arquivado em Atualidade

Mia Couto em Salvador


Gosto de literatura africana.

Coetzee está entre os meus preferidos.

Mas curto também Agualusa e Mia Couto.

Esta semana, a Bahia recebe a visita de um deles – o moçambicano Mia Couto.

Ele, que ontem fez palestra na reitoria da Ufba, é o convidado do projeto Conversas Plugadas nesta quarta-feira (10), às 20 horas, no Teatro Castro Alves, em Salvador.

Recomendo.

1 comentário

Arquivado em Atualidade