Arquivo do mês: junho 2010

Come Back to Africa


Outra dica da minha querida Jô, hoje longe da Bahia, embora mais perto do que nunca da nossa cultura natal.

Curtam ai este trecho do Come Back Africa, de 1959, descoberto, numa visita ao Museu do Apartheid, por Jose Geraldo Couto:

Comentários desativados em Come Back to Africa

Arquivado em Atualidade

Gana X EUA: o adeus americano à Africa do Sul


Ficheiro:Flag of Ghana.svg

Torci feito louca pra Gana vencer o jogo de hoje, contra os Estados Unidos.

E fiquei feliz quando vi os africanos dançarem, em campo, ao comemorar o resultado de 2 x 1.

É um continente inteiro festejando e torcendo para que África não fique de fora e chegue ao menos à quartas de final.

Viváfrica!

Veja a notícia no Globo Esporte: Gana põe fim ao sonho americano.

Mapa  República do Gana

Entenda mais sobre este país, que chegou a ficar sob domínio português. Veja aqui

Comentários desativados em Gana X EUA: o adeus americano à Africa do Sul

Arquivado em Atualidade

Zedu no Brasil


Enquanto eu estava em Barcelona, o presidente de Angola, José Eduardo dos Santos, veio ao Brasil.

Fiquei devendo a vocês este post.

A Agência Brasil noticiou assim:

Brasília – Brasil e Angola assinaram nesta quarta-feira (23/6) acordo de cooperação técnico-científico, profissional e rural. A ideia é estreitar os laços entre os dois países.

Um dos acordos vai permitir o intercâmbio de estudantes, a concessão de bolsas de estudos para universitários e a criação de uma rede de pesquisa. Outro, permite a troca de informações de técnicas agrícolas. Foi assinado também um protocolo de entendimento sobre concessão de novos créditos.

“A relação entre Brasil e Angola está marcada pelo entendimento, a compreensão. São laços históricos que unem Brasil e Angola”, disse o presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Vejam abaixo o discurso dos presidentes angolano, José Eduardo dos Santos, e brasileiro, Luiz Inácio Lula da Silva, sobre o que separa países ricos e pobres.

Tem o velho blá-blá-blá político, mas acho bacana deixar registrado que, em véspera de encontro do G-20, países pobres e/ou emergentes estão atentos à força que eles têm.

Comentários desativados em Zedu no Brasil

Arquivado em Atualidade

Um ano sem Michael Jackson


Sempre gostei de Michael Jacskon.

E acho uma pena o que foi feito dele..

O que fez de si mesmo e o que fizeram desta figura genial.

Aqui, um post melancólico, que traz toda a delicadeza do início da carreira deste astro pop.

Um ano sem Michael é para lembrar de tudo de bom que ele produziu pra nós.

E de como a violência doméstica pode ser devastadora na vida das pessoas.

Comentários desativados em Um ano sem Michael Jackson

Arquivado em Atualidade

Quilombola recebe premio da ONU


Secretário da ONU, Sha Zukang, entrega prêmio a Pedrina e José Carlos | Foto: Hilcélia Falcão

Pedrina Belém Rosário, 21 anos, é quilombola.

Esta semana foi a Barcelona, na Espanha, receber o Prêmio ao Serviço Público das Nações Unidas 2010.

Estive lá.

Da plateia, fiquei emocionada ao vê-la no palco, ao lado de José Carlos Santos, presidente da Associação Guardiã da Apa do Pratigi, receber o prêmio das mãos do  secretário geral de Economia e Direito Social da ONU, Sha Zukang.

Era o Brasil dos menos ricos representado em pleno Auditorio y Centro de Convenciones Axa, no velho mundo, hoje em crise.

O mérito é todo da comunidade de 11 municípios do Sul da Bahia que fazem do Programa de Desenvolvimento Integrado e Sustentável do Mosaico de Áreas de Proteção Ambiental do Baixo Sul da Bahia (PDIS) uma realidade.

Têm o apoio da Fundação Odebrecht.

Mas finalmente são os atores da própria ascensão social.

Comentários desativados em Quilombola recebe premio da ONU

Arquivado em Atualidade

Morre José Saramago


Capa do Dia

O mundo lusófono está de luto.

Morreu José Saramago, prêmio Nobel de Literatura.

O jornal portgues  Público manchetou o assunto.

E a imprensa do mundo inteiro reverberou.

Taí, do Publico: Morreu  o escritor que inventou Blimunda

Comentários desativados em Morre José Saramago

Arquivado em Atualidade, Cultura

El País: Espejos de Sudáfrica


Um mimo para quem gosta de literatura africana.

Li Coetzze em África, em português, claro, e gostei.

O Homem Lento e Desonra nos engarrafamentos da Maianga para Talatona e vice-versa.

Gostei.

Hoje, no facebook, uma amiga de longa data me presenteou com este link do El País, sobre os escritores sulafricanos.

Leiam.

É bom: Espejos de Sudáfrica

2 Comentários

Arquivado em Atualidade

A Copa já começou


A Copa já começou.

Por pouco, a seleção de Parreira não derrotou o México hoje.

Os africanos com as suas vuvuzelas foram ao delírio quando a África do Sul marcou o primeiro gol.

Dava para ter vencido, mas um pênalti não marcado inviabilizou a vitória.

Resultado: África do Sul 1 x 2 México.

Abaixo, videozinho com um do show do Black Eyed Peas ontem, na cerimônia de abertura da Copa do Mundo, ontem, em Johanesburgo.

Uma pena que Mandela não pode comparecer – sua bisneta de 13 anos morreu num acidente de carro.

Aqui, os gols da partida:

África do Sul empata com o México

Comentários desativados em A Copa já começou

Arquivado em Atualidade, Esportes

Ferreira Gullar: prêmio lusófono


Esta é uma notícia boa para o mundo lusófono.

Ferreira Gullar faturou o Prêmio Camões.

Sou admiradora de sua obra.

Lembro quando, ainda na faculdade de Comunicação, em Salvador, participei de um desses bate-papos de estudantes com o escritor.

Impressionante como o prazer pela arte rejuvenesce.

Sempre jovem, esse Ferreira Gullar de tantos anos e tantas letras…

Deu no Publico assim: Prémio Camões distingue Ferreira Gullar

Abaixo, um videozinho com um poema dele tendo ao fundo uma canção francesa na voz de Carla Bruni, mulher do presidente da França, Sarkozy.

Entenda aqui um pouco da trajetória do poeta maranhense

O poema:

Traduzir-se

Uma parte de mim

é todo mundo:

outra parte é ninguém:

fundo sem fundo.

Uma parte de mim

é multidão:

outra parte estranheza

e solidão.

Uma parte de mim

pesa, pondera:

outra parte

delira.

Uma parte de mim

alomoça e janta:

outra parte

se espanta.

Uma parte de mim

é permanente:

outra parte

se sabe de repente.

Uma parte de mim

é só vertigem:

outra parte,

linguagem.

Traduzir uma parte

na outra parte

_ que é uma questão

de vida ou morte _

será arte?

Comentários desativados em Ferreira Gullar: prêmio lusófono

Arquivado em Atualidade, Cultura

Zimbabue: recepção calorosa


No país dos trilionários paupérrimos, a chegada da seleção brasileira a Harare para o amistoso de hoje deu colorido especial à vida dos zimbabueanos.

Os torcedores foram ao aeroporto e armaram uma grande festa para receber o time.

Confira a notícia:

• Kaká e Robinho são os preferidos na chegada ao Zimbabue

Aqui, a análise do Estadão sobre o uso político do jogo de daqui a pouco: “Zimbábue usa Brasil para lucrar e limpar imagem”, diz o jornal.

• E uma galeria de fotos do uol sobre a animação dos africanos: Torcedores pintados e fantasiados recepcionam o Brasil

Comentários desativados em Zimbabue: recepção calorosa

Arquivado em Atualidade, Esportes