Arquivo do mês: abril 2010

Hereros: um outro olhar


 

Quem passa por África, volta com outro olhar.

Com fotógrafos, esta metamoforse fica mais evidente.

Foi assim com Pierre Verger, em suas andanças pelos países africanos de língua francesa.

Ao que parece, Sérgio Guerra, que há muito vive em Angola, tem aprofundado o olhar sobre aquele país, ex-colônia de Portugal.

Depois de uma série de trabalhos amplamente divulgados no Brasil, que inclusive resultaram numa polêmica exposição de fotografias em Salvador, agora é a vez de mostrar ao mundo mais do povo angolano.

O povo herero está no foco da obra “Herero – Angola”, que Guerra lançou, na última terça-feira (27),  Livraria Cultura Villa Daslu, em São Paulo.

São 260 páginas de pura beleza e muitas lições.

Lições que aprendemos com o povo mangolê ao passar por Luanda ou, como fez Sérgio Guerra, ao conviver com os hereros, ao longo de dois meses.

Salve, Angola!

Estamos juntos, como se diria por lá.

A Gazeta do Povo noticiou o lançamento do livro assim:

Guerra imerge na vida dos Hereros

Em novo livro, fotógrafo baiano retrata as tradições exóticas e a generosidade das tribos do sudoeste da Angola

Publicado em 25/04/2010 | Cristiano Castilho

“Quando uma criança recebe um chocolate, ela corre em direção às outras para reparti-lo. Quando alguém consegue um prato de comida, automaticamente essa pessoa chama os outros para que comam juntos.” O relato acima não é sobre integrantes de uma entidade religiosa ou filantrópica e, sim, a visão de um brasileiro sobre tribos da etnia hereros, que habitam o sudoeste da Angola.

Um dos responsáveis pela comunicação do governo angolano, há 12 anos o baiano Sérgio Guerra vive na ponte-aérea Salvador-Luanda. Aos poucos, foi compreendendo melhor o país em que trabalha para, então, registrar os costumes e a cultura de diversos povos representados por cerca de 240 mil pessoas. O resultado – desde 1999 foram mais de 10 mil cliques em diversas idas ao país africano – é o livro Hereros-Angola, que sai no Brasil em edição bilíngue pela editora Maianga. É o quinto livro do fotógrafo sobre Angola.

Leia a íntegra aqui

O JB noticiou assim: Fotografo registra em livro a cultura dos hereros

Aprenda um pouco sobre a Revolta dos Hereros na Namíbia

Veja imagens do povo herero publicadas na internet

3 Comentários

Arquivado em Atualidade

Zuma e o HIV


Depois de figurar na imprensa internacional como defensor de teses esdrúxulas a respeito da prevenção a Aids, o presidente da África do Sul, Jacob Zuma, parece disposto a mudar a própria imagem.

Ontem, divulgou os resultados dos próprios exames HIV – é soronegativo.

Zuma, a exemplo de outros líderes africanos, é poligâmico, casado com três mulheres e chegou a declarar ter mantido relações sexuais, sem preservativo, com uma mulher soropositiva.

Agora, certamente por conta da Copa do Mundo, quer modificar a própria imagem e ajudar a prevenir a doença no seu país.

Afinal, conforme dados divulgados pela imprensa a partir de apuração feita pela Agência Reuters, cerca de mil pessoas morrem, diariamente, de Aids, na África do Sul.

Veja o que diz o portal Terra sobre a Copa do Mundo em África: O país já está pronto para o mundial

Comentários desativados em Zuma e o HIV

Arquivado em Atualidade

Ahmadinejad, o Zimbabue e o poder


A visita do presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, ao Zimbabue está gerando polêmica.

Mesmo assim, ele irá.

O protesto contra a presença do líder iraniano veio do  partido do primeiro-ministro Morgan Tsvangirai.

A BBC noticiou assim: Zimbabue dividido sobre a visita iraniana

Comentários desativados em Ahmadinejad, o Zimbabue e o poder

Arquivado em Atualidade

Africanos presos no Brasil


Estou em falta com vocês, leitores.

Mas segue uma informação de hoje, sobre África e Brasil.

Três africanos foram presos acusados de envolvimento no tráfico internacional de drogas.

Veja o que diz o G1.

Comentários desativados em Africanos presos no Brasil

Arquivado em Atualidade

Tem exposição em Luanda


Comentários desativados em Tem exposição em Luanda

Arquivado em Atualidade

Sudão: eleições confusas


Mapa do Sudão

Pesa sobre o presidente do Sudão, Omar Hassan al-Bashir e Silva Kiir, um mandado do Tribunal Penal Internacional por crimes de guerra na região de Darfur.

Mesmo assim, ao que tudo indica, ele deverá ser reconduzido ao cargo nas eleições que começaram hoje no país.

Como costuma acontecer em África, o pleito, que deve durar três dias, é marcado por confusões, atrasos e denúncias de fraude.

São as primeiras multipartidárias em 25 anos no maior país africano.

O Globo noticiou assim:

Começa eleição histórica no Sudão.

Comentários desativados em Sudão: eleições confusas

Arquivado em Atualidade

Golpe na Guiné-Bissau


O clima de tensão na África não é patrimônio exclusivo do país que será a sede da Copa do Mundo.

Na Guiné Bissau, desde o dia 1º, o primeiro ministro Carlos Gomes Júnior e o chefe das Forças Armadas, Zamora Induta, estã detidos na capital do país.

Eles foram feitos reféns por militares que hoje alegam que “a situação voltou à normalidade”.

Hoje, em declarações a emissora de rádio local, Gomes Júnior teria dito que o “incidente” foi superado.

Veja o que disse o líder revoltoso à Renascença.

Primeiro-ministro Carlos Gomes Junior

Comentários desativados em Golpe na Guiné-Bissau

Arquivado em Atualidade

Assassinato de extremista reacende tensão racial


Eugene Terre’blanche era ultraconservador.

Sempre defendeu o regime do apartheid.

No sábado, foi morto por dois funcionários, a pauladas, na sua fazenda, na África do Sul.

Terreblance, um fazendeiro líder dos africaners, era branco.

Os dois trabalhadores, um de 29 outro de 15, negros.

O motivo?

Dívidas trabalhistas do fazendeiro, garantem as familias dos acusados pelo homicídio.

A questão é que o episódio gerou tensão na África do Sul.

O presidente do país, Jacob Zuma, pediu calma à população.

Mas a oposição acusa o governo de incitar o clima de racismo no País.

Comentários desativados em Assassinato de extremista reacende tensão racial

Arquivado em Atualidade