Brasileira morre de malária em Gana


Foto: Divulgação / Arquivo pessoal

Fabianne morreu de malária em Gana | Reprodução Arquivo pessoal

Ando sem tempo de postar aqui tudo que vejo e leio sobre África.

E este é o tipo de notícia que nem gosto de dar.

Mas serve como alerta aos mais afoitos.

Fabianne Lima, 27 anos, era bióloga e tinha acabado de concluir um mestrado no Brasil, no Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa),  com louvor.

Estava há cerca de 5 meses longe de casa.

Aluna brilhante, realizava uma pesquisa, em Gana, para a Universidade de Oxford.

Era um estágio numa reserva ecológica no país africano,  subsídio para o doutorado na Inglaterra.

Morreu, na terça-feira, após ter sido contaminada por malária.

Ao que tudo indica, ela já sabia que estava com a doença quando seguiu para a reserva.

“Estávamos conversando pela internet e ela falou que estava com malária, que já tinha procurado um médico e começado o tratamento, e que a doença era de um tipo fraco”, disse ao G1 o namorado da pesquisadora, Ladislau Brito.

Segundo ele, a bióloga teria pedido que ele não contasse a ninguém da família sobre os sintomas.

O corpo chega ao Brasil no domingo.

Só para lembrar: a malária é uma doença comum no continente africano.

Leia aqui artigo do diretor do Earth Institute da Universidade de Columbia, Jeffrey Sachs, sobre a doença.

Confira o que diz a wikipedia.

Clique aqui e leia a notícia da morte de Fabianne no site da Edtora Abril.

Veja o vídeo com a reportagem da Rede Globo.

Anúncios

Comentários desativados em Brasileira morre de malária em Gana

Arquivado em Atualidade

Os comentários estão desativados.