Aids e África


Ontem, no Dia Mundial de Combate à Aids, o presidente da África do Sul, Jacob Zuma, afirmou que seu governo irá tratar mais pacientes com Aids.

Também expandirá os testes de HIV.

Atualmente, há 5,7 milhões de pessoas infectadas com o HIV na África do Sul

Segundo a Associated Press, o Ministério da Saúde demonstrou, no governo anterior a Zuma, desconfiar da eficácia dos medicamentos para manter os pacientes com Aids vivos, e ao invés disso promovia tratamentos com alho.

Doze milhões de crianças africanas ficaram órfãs por causa da Aids, diz o vídeo logo abaixo.

Sejam quantas forem as vítimas do HIV, é preciso ajudar.

Anúncios

Comentários desativados em Aids e África

Arquivado em Atualidade

Os comentários estão desativados.