Angolagate: Chirac é acusado de envolvimento


Mais um capítulo da novela Angolagate.

A AFP noticiou assim, ontem:

O ex-ministro francês do Interior, Charles Pasqua, condenado a um ano de prisão pela venda ilegal de armas para Angola em plena guerra civil, acusou nesta quinta-feira o ex-presidente Jacques Chirac e o ex-primeiro-ministro Dominique de Villepin de terem sido informados disso, em 1995.

“Em 1995, Jacques Chirac, Dominique de Villepin, Charles Millon (…) sabiam da venda de armas para Angola”, destacou Pasqua, ministro do Interior de 1988 a 1995 e atual senador pela governista União para um Movimento Popular (UMP, direita) de Nicolas Sarkozy.

Em 1995, Millon era ministro da Defesa e Villepin, secretário-geral da Presidência.

Pasqua reafirmou acusações que havia feito durante o “Angolagate”, mas desta vez citou a data e mostrou para as câmaras um documento do DGSE, serviço francês de inteligência externa, sobre esta venda de armas a Angola, destinado a dirigentes do governo.

“Como foi que a justiça disse que esta venda de armas foi ilegal e as autoridades nada fizeram para conter estas operações e não foram processadas por cumplicidade?”, perguntou Pasqua em entrevista à imprensa, acenando com uma nota da DGSE desarquivada durante seu julgamento.

Esta nota era dirigida a “13 destinatários” de altas instâncias do Estado na presidência e nos ministérios das Relações Exteriores e de Defesa.

Pasqua chegou à pasta do Interior quando Chirac se tornou primeiro-ministro em 1988.

“Nenhuma destas personalidades foi ouvida pelo juiz instrutor e nenhuma delas se opôs a estas operações sendo que elas foram informadas”, insistiu Pasqua.

Nesta quinta-feira, Pasqua voltou a pedir a Nicolas Sarkozy que levante o sigilo de defesa dos documentos referentes à venda de armas a Angola.

Chirac, que ao ser interrogado semana passada sobre o “Angolagate” disse que não tem lembrança muito precisa, terá que prestar contas à justiça, como fez Villepin semanas atrás, por outros assuntos.

Anúncios

Comentários desativados em Angolagate: Chirac é acusado de envolvimento

Arquivado em Atualidade

Os comentários estão desativados.