Angolagate: os condenados


NOTÍCIA DA FRANCE PRESS:

A justiça francesa condenou nesta terça-feira (ontem) a penas de prisão os cinco principais responsáveis pelo tráfico de armas para Angola, em plena guerra civil nos anos 90.

Entre os condenados está Jean Christophe Mitterrand, filho do falecido presidente francês.

O tribunal de Paris condenou Jean Christophe Mitterrand por acobertamento de abuso de bens sociais a dois anos de prisão com sursis e uma multa de 375.000 euros (quase meio milhão de dólares).

Um ex-ministro do Interior do governo de Jacques Chirac (1995-2007), Charles Pasqua – atual senador-, também foi condenado a três anos de prisão, dois deles com sursis, e a 100.000 euros de multa por tráfico de influência no mesmo caso.

As maiores penas recaírem nos dois homens-chave do escândalo, o empresário Pierre Falcone e seu sócio israelense de origem russa Arcado Gaydamak, condenados a seis anos. Na ocasião da venda das armas, o filho de François Mitterrand era conselheiro do governo para a África.

CLIQUEM AQUI e vejam o que diz Le Figaro

CONFIRAM, num clique, a interpretação da RTP

Anúncios

Comentários desativados em Angolagate: os condenados

Arquivado em Atualidade, História

Os comentários estão desativados.