Arquivo do dia: 21/09/2009

Zedu: 30 anos no poder


Domingo, fez 30 anos que o presidente de Angola, José Eduardo dos Santos, assumiu o poder após a morte de Agostinho Neto.

Este ano, estavam previstas eleições presidenciais no país.

Será que Zédu está a desperdir-se do poder?

Aguardemos, pois.

Confira aqui texto do Correio da Manhã sobre o assunto.

VEJA o que diz a imprensa oficial angolana.

JOSÉ EDUARDO DOS SANTOS EM ENCONTRO DO MPLA:

Anúncios

Comentários desativados em Zedu: 30 anos no poder

Arquivado em Atualidade, História

Axé, Hilda Jitolu


Nasci no Curuzu, no final dos anos 60, em casa, no número 23, da Rua Progresso, pelas mãos de uma parteira que minhas tias do Recôncavo e minha mãe me ensinaram a chamar de mãe, Mãe Tereza.

Não sei se ainda vive esta criatura que me ajudou a vir ao mundo.

Mas desde cedo aprendi, com os afrodescendentes da minha família materna, o respeito aos mais velhos, sobretudo às mulheres, e aos nossos ancestrais.

Não abracei o candomblé como religião – talvez o meu lado mestiço tenha me inclinado a tomar outro rumo – mas respeito profundamente este conhecimento milenar.

Por tudo isto, e como faço sempre que posso, fui ao Curuzu ontem.

Pedi a minha mãe uma reza de olhado, que ela aprendeu ainda menina com uma moça de Acupe, ali pertinho de Santo Amaro da Purificação.

οοο  οοο  οοο

A vizinhança de mãe Hilda estava em silêncio.

O povo de santo do bairro estava no Jardim da Saudade, a reverenciar a memória da ialorixá.

Pelo que vi hoje nos jornais, foi uma despedida à altura de sua importância.

Mas para nós, que nos identificamos com este patrimônio que a África nos legou, fica a imagem de uma mulher que, como tantas outras anônimas na Bahia, resistiu (ela) e resistem (elas) às dificuldades de se ser negro no Brasil.

Axé, Hilda Jitolu.

Descanse em paz.

CLIQUE AQUI e leia mais sobre o sepultamento de mãe Hilda.

Comentários desativados em Axé, Hilda Jitolu

Arquivado em Atualidade, História