Zimbabue recebe missão da UE


A má governação é um problema em África. Mas em alguns países virou alvo de entraves e sanções internacionais.

Este é o caso do Zimbabue, conhecido como o país dos pobres trilionários.

Com altíssima inflação, elevado nível de desemprego, muita fome, pobreza e corrupção, o país amarga sanções da Europa e dos Estados Unidos.

Este mês,  a Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral (SADC) pediu o fim de todas as sanções internacionais.

Ontem, delegados da União Europeia (UE) se encontraram com o presidente do país Robert Mugabe, pela primeira vez em sete anos.

A delegação considerou que houve avanços, mas decidiu manter as sanções.

“Apesar de ainda haver alguns problemas pendentes e discutimos isso com o presidente de maneira muito aberta, acho que podemos dizer que houve avanços”, declarou o comissário europeu para o desenvolvimento, Karel de Gucht, chefe da delegação, informou a AFP.

Na terça-feira, soldados zimbabueanos mataram um militante do antigo partido de oposição Movimento pela Mudança Democrática (MDC), informou a AFP.

O motivo? Ele ouvia uma canção considerada caluniosa em relação ao presidente Robert Mugabe.

A Human Rights Watch (HRW) pediu que as sanções continuassem até que os direitos humanos fossem respeitados no país.

Clique aqui e veja como o diário português Publico analisa o caso.

Anúncios

Comentários desativados em Zimbabue recebe missão da UE

Arquivado em Atualidade, Política

Os comentários estão desativados.