Jornalista condenada a 40 chicotadas no Sudão*


Lubna Ahmed al-Hussein

Lubna Ahmed al-Hussein é jornalista e foi condenada a receber 40 chicotadas.

O crime?

Vestir calças.

Onde?

No Sudão.

A justificativa?

Uma lei sudanesa de 1991 prevê punições a quem se veste de maneira que vai de encontro aos costumes do país.

O real motivo:

Ela é autora de uma coluna semanal para jornais do país, chamada Kalam Rijal, e

costuma desferir críticas ao governo local.

Na tradução, o título da seção significa “Conversa de Homem” – referência satírica a

uma expressão árabe pejorativa, utilizada para referir-se ao que as mulheres falam.

•••••••••••

*Com informações da BBC. Clique aqui e veja a notícia completa
Anúncios

2 Comentários

Arquivado em Atualidade

2 Respostas para “Jornalista condenada a 40 chicotadas no Sudão*

  1. o interessante é que, além da questão do machismo e do fanatismo religioso que relegam às mulheres um papel secundário, ainda existem os “verdadeiros motivos” por trás dessa barbárie!

  2. Adriano Almeida

    Os inquisidores católicos da Europa do sec XVI, tiveram que emigrar nos últimos séculos, e para onde foram parar ???.
    Pois, aquela gente vive há tempo a mais no obscurantismo medieval.
    E nós por aqui, no velho continente, e não só, vamos admitindo estas coisas como direitos dos povos se governarem, mas todos sabemos que não é assim. São meia dúzia a influenciar milhões com uma teia de interesses, tudo menos religiosos, infinita…