Terra de ninguém


“A Procuradoria da República em São Paulo já ajuizou outras ações por crimes de ódio praticados na internet. Os usuários brasileiros da rede mundial de computadores precisam saber que a internet não é ‘terra de ninguém’, e que os crimes cometidos em redes de relacionamento como o Orkut serão investigados e punidos, na forma da Lei”

Procurador da República Sergio Gardenghi Suiama

Autor da denúncia de crime de racismo do jovem brasileiro no Orkut

Anúncios

Comentários desativados em Terra de ninguém

Arquivado em Atualidade

Os comentários estão desativados.