Arquivo do dia: 16/03/2009

Margareth Menezes, embaixadora do semba


Deixemos a fé de lado um bocadinho… Com todo respeito ao Santo Padre, mas o profano sempre tem seu lugar. 

Olha que curioso:

Vasculhando a loja da Sony Music, em Luanda, achei uma preciosidade. Um CD da Banda Maravilha que traz Margareth Menezes como convidada especial.  Na faixa Me pisa, ela empresta sua inconfundível voz ao ritmo angolano.

“Tira a minha camisa, mas não pede o meu salário/Me prenda, me paga, até de madrugada/Semba e nada por um beijo, me entenda, me trata/que a ginga da mulata alugou meu coração em crise/Agora baza ou então a gente casa”, diz a letra de Paulo Flores.

Atirei no que vi e acertei no que não vi.

 

Banda Maravilha e Margareth Menezes

Banda Maravilha e Margareth Menezes

Comentários desativados em Margareth Menezes, embaixadora do semba

Arquivado em Cultura

Teoria do caos


Resta saber como irá se comportar  a ala católica ligada à oposição em Angola. E Joseph Ratzinger? Restringir o discurso às questões estritamente religiosas pode ser uma saída…

Comentários desativados em Teoria do caos

Arquivado em Política

Alvoroço em Luanda I


Essa ida de Razinger a Luanda está gerando um alvoroço só. A julgar pelo noticiado na mídia estatal, os católicos estão em polvorosa. Vejam a manchete de hoje do Jornal de Angola:

capa_1503092

Comentários desativados em Alvoroço em Luanda I

Arquivado em Política

África católica


500 mil fiéis são esperados na missa no Largo da Cimangola. O governo provincial de Cabinda  fretou dois voos para apoiar os fiéis da província que se deslocarão, na próxima terça-feira, a Luanda, para acompanhar a visita de três dias do Papa Bento XVI, informa a agência de notícias angolana Angop. No século 20, segundo a Reuters, o número de católicos na África cresceu de cerca de 2 milhões, em 1990, para cerca de 140 milhões em 2000. O último papa a visitar Angola foi João Paulo II, em junho de 1992.

Comentários desativados em África católica

Arquivado em Política